#Fiqueemcasa: pela vida de todas e todos

O Fórum das Três, formado pelo SINDIUVA, SINDUECE e SINDURCA, seções sindicais do ANDES – SN nas Universidades Estaduais do Ceará, vem a público se posicionar em defesa da continuidade da suspensão de todas as atividades acadêmicas presenciais das Universidades Estaduais e demais Instituições de Ensino Superior (IES) e escolas públicas e privadas, em razão da pandemia do Novo Coronavírus (COVID-19).

Esta posição se fundamenta nos dados apresentados pela Secretaria da Saúde do Estado do Ceará, segundo os quais o ritmo de contágio no nosso Estado é o 2º maior do País, estando em plena ascensão neste momento. Pelos dados científicos disponíveis, é notório que a mortalidade do vírus tem se mostrado baixa, entretanto, possui uma alta taxa de transmissão, superlotando o sistema de saúde que não terá condições de tratar todas as hospitalizações, especialmente os casos graves.

Diante desse quadro e considerando as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), bem como das demais autoridades competentes da área, pela adoção do distanciamento e do isolamento social para conter a escalada epidemiológica do vírus, entendemos que a manutenção da suspensão das atividades, já implementada pelo Governo do Estado do Ceará, é a medida mais prudente e responsável a ser tomada, tendo em vista garantir a saúde e o bem-estar de todos que compõem a comunidade acadêmica e a sociedade em geral, atitudes que devem sempre ficar em primeiro lugar.

Em defesa do direito à saúde e de uma vida digna aos milhões de brasileiros, aproveitamos para repudiar também as declarações irresponsáveis do presidente Jair Bolsonaro, que minimiza os impactos catastróficos do Novo Coronavírus, defendendo a reabertura das atividades que estão suspensas momentaneamente, dentre as quais as das IES e escolas de Educação Básica. Essa posição revela a ignorância, o desprezo pela ciência, o elitismo e a priorização do lucro sobre a vida das pessoas. O Fórum das Três se manterá vigilante e na luta contra a desigualdade e todas as formas de opressão, denunciando e fazendo frente a qualquer ato de desrespeito aos direitos de nosso povo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *